Alguns problemas devem ser revolvidos hoje com o empréstimo de 10 milhões


Na semana passada foi decidido após definirem a situação do presidente Campello, o clube pegaria 10 milhões de empréstimo para pagar os salários atrasados. Já que não existe outra maneira deles conseguirem pagar não só os jogadores, como a todos os funcionários do clube.

Como torcedor, sou contra esse tipo de atitude. Pois acredito que temos uma marca forte e se houvesse transparência e crédito dessa diretoria (o que não existe), tudo poderia ser diferente. Mas, já que as coisas ficaram por esse lado, é o que há. 

Segundo matéria publicada no GloboEsporte.com, eles irão definir uma data para pagar os funcionários que estão sem receber a três meses; a parte mais trágica, é que nessa sexta-feira (onde segundo o site, o clube paga aos funcionários cerca de R$100,00 a R$300,00 dependendo da sua função) não cumpriu com suas obrigações, gerando revolta ao ponto dos funcionários de limpeza irem para casa e deixarem tudo do jeito que está. Ou seja, São Januário amanheceu cheio de lixo...

A matéria diz que a insatisfação dos funcionários é que alguns estão devendo aluguel e estão prestes a serem despejados, mas mostra ao mesmo tempo, a força da nossa torcida. Pois alguns vascaínos estão doando cestas básicas aos funcionários para amenizar o ambiente. 

Ainda vão tentar aprovar em reunião, o empréstimo de mais 20 milhões - que segundo o Vasco, vai poder quitar todos os salários atrasados que não foram respeitados ainda na gestão do Eurico Miranda. (E tem gente que acha que aquele cara era um bom presidente...)

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.