Emocionado, Henrique falou de sua relação com Thalles


Me lembro daquele sábado, na qual, a primeira notícia quando ainda me preparava para tomar café: Thalles havia morrido. Aquilo veio como uma bala, pois senti uma profunda tristeza. Pois desde que comecei este blog em 2014, por muitas vezes o critiquei ou elogiei e saber do fim da forma que foi, era difícil acreditar. Nessa semana, fiquei sabendo que outra envolvida no acidente morreu, o que deixo aqui meus sentimentos.

Thalles após ser ignorado pela rede Globo no jogo do Brasil, recebeu o pedido de perdão de Galvão Bueno que junto com a CBF, o homenageou; Dentre os jogadores que foram em seu enterro, Henrique era um deles. Amigo desde as categorias de base, falou ao site oficial do clube sobre Thalles e sobre o acidente fatal.

Tem uma semana que tudo aconteceu. Foi bem difícil, não só pra mim, mas para todos os torcedores que acordaram naquela manhã e receberam a notícia. Foi muito triste. Eu lembro, chego até a me arrepiar, porque na noite anterior eu falei com com ele. Sabia que ele estava no Rio. Nós temos um grupo com o pessoal da antiga. Ele respondeu do jeito dele, mandando áudio.

A noite, no mesmo dia, eu estava jantando com alguns amigos e minha família e falei dele. Me referi a alegria que ele tinha, a forma alegre dele conviver com a gente. Muito alegre, brincalhona... era um atleta que tinha muito talento. Na hora que peguei a camisa foi a primeira coisa que vi. Vou guardar essa camisa. Peguei duas, vai ficar no meu guarda-roupa. O Thalles era um irmão, um amigo, estudamos, passamos a base inteira juntos e conseguimos realizar o sonho de jogar profissionalmente pelo Vasco. Fica os meus sentimentos para a família. Sei que nada vai confortar o coração deles. Só eles sabem a dor. Eles estão sofrendo mais que todos. Deixo todo meu apoio e minha solidariedade a família dele. Ele foi um amigo, um irmão que tive e vou levar no meu coração pra sempre.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.