Anunciante

Conheça o Museu do Bastos


Não é surpresa para ninguém que Fellipe Bastos é apaixonado pelo Vasco. Tanto, que recentemente alegou que ainda quer contribuir para a história do clube.  Por isso, correspondendo uma ideia de sua esposa, o jogador está reunindo camisas, medalhas, fotos e afins para criar algo mais parecido como um museu pessoal. Será uma reunião de coisas sobre a carreira do jogador, contando até com camisas dos times adversários e até fotos de sua infância!

A ideia surgiu da minha esposa. Guardar a história, né. A história que tenho desde quando comecei. Botar fotos, medalhas, troféus. Fazer um cantinho meu dentro de casa, onde me sinto à vontade. Eu subo aqui de vez em quando e fico olhando. Até para reviver isso. Por mais que agora eu não esteja jogando tanto, eu venho aqui e falo: “realmente, já fiz coisas grandes por grandes clubes”. Isso também me ajuda muito no meu psicológico.


Era um sonho de criança jogar no Vasco. Depois que se realiza, depois de estrear com gol, você vai vivendo um sonho. O torcedor começar a te elogiar, a te reconhecer por aquilo que você faz. Eu fui me identificando cada vez mais. Saí, voltei, depois saí de novo e nessa volta eu falei: vou voltar para casa. É onde me sinto bem, em casa de verdade, e identificado. Completei 150 jogos contra o Inter e eu pretendo continuar aqui. Pretendo continuar, conquistar títulos, fazer o Vasco de novo grande e forte.

Além disso, o jogador disse a redação do Globo Esporte sobre sua relação com a torcida e sobre titularidade. Contendo também sobre o gol perdido contra o Avaí... vou deixar a matéria completa se você quer saber mais sobre o assunto.


Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.