Presidente revela sua versão porque Maxi deixou o Vasco


A saída de Maxi Lopez foi uma das piores coisas na gestão Campello. Por que? Porque se tivéssemos alguém que sabe fazer gol nesse time (ou não ficar com medo de bater pênaltis, como no último jogo!) NÃO LEVARÍAMOS PORRADA como levamos na última partida. E sobre isso ainda há assuntos!

Em entrevista a rádio Globo e matéria no site Uol, o presidente do Vasco eleito pelos 'vascaínos de elite' falou sobre a saída do jogador. Primeiro, vestindo a capa como se estivesse ali pela vontade da torcida!

Enquanto eu for presidente, não volta. Como o Dé disse: ele cuspiu no prato que comeu.

Em seguida, explicou com detalhes sobre o porque o jogador deixou o clube. Falando sobre a luta dele (Maxi) com a balança e sobre os treinadores que queriam o bem do atacante. Porém, em entrevista a um jornal italiano, o ex-jogador do Vasco afirmou que sua saída aconteceu por causa do presidente.

Ele fez a escolha dele. Sempre foi muito bem tratado no clube. Ele jogou durante um bom tempo acima do peso. Lá atrás o Valentim tentou fazer com que ele diminuísse o peso e depois o próprio Luxemburgo também. Ele não vinha rendendo bem. O Vanderlei teve todo o cuidado de se reunir com jogador, conversar com ele, expor sua opinião... Em dado momento colocou a disposição do Maxi fisiologista, preparador físico, médico, nutricionista... Tudo para que ele fizesse um programa e se condicionasse melhor para voltar ao time. Passado alguns dias, ele procurou a direção dizendo que queria ir embora.

Esperei passar uns dois dias para que ele pudesse esfriar a cabeça e, de repente, mudasse de opinião. Então depois fui ao encontro dele, sentei individualmente com ele numa sala e ele expôs que não estava satisfeito da forma como estava sendo tratado, da forma como foi colocado pelos dois treinadores e queria ir embora. Então eu falei: vamos tratar disso. Neste momento, ele disse que queria sair bem do Vasco, sem problemas. Pedi para o diretor-executivo entrar em contato com o procurador dele, marcou-se uma reunião para tratar do assunto e, um pouco antes, o procurador ligou reivindicando um acordo para que ele recebesse os meses a vencer e eu não entendi, porque quem estava rompendo o contrato era ele, e eu entendia que o Vasco não deveria pagar absolutamente nada a ele. Tinha, sim, que pagar o que estava devendo, não o que faltava pela frente. Em qualquer lugar do mundo isso seria o óbvio, mas ainda assim não fechei a questão, e aí qual foi nossa surpresa? A reunião estava marcada para terça, e na segunda ele entrou na Justiça pedindo rescisão contratual.

Depois que saiu do Vasco, o jogador procurou e até analisou propostas de alguns times mas até o momento não sei dizer que ele já arrumou um novo clube. Apenas que o Fluminense se interessou pelo passe do jogador, que negou por respeito ao cruzmaltino.

Nenhum comentário

Vascaínos na Web. Tecnologia do Blogger.